sexta-feira, 27 de junho de 2014

SÃO MATEUS: SERVIDORES DA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL FAZEM CURSO DE CAPACITAÇÃO.

edy lemos  |  AS  06:02  |   |  Sem Comentarios

Servidores municipais de São Mateus que atuam na Secretaria Municipal de Assistência Social participaram de uma reunião de capacitação sobre benefício e seguro previdenciário da agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Técnicos do instituto repassaram para as técnicas e técnicos dos programas as informações sobre o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Facultativo de Baixa Renda, que é a contribuição paga por donas de casa e outros contribuintes individuais para ter direito aos benefícios previdenciários.


De acordo com o Secretário Municipal de desenvolvimento Social, Kleyton Ferreira Lima os servidores Técnicos dos programas assistenciais administrados pela secretaria (CRAS, CREAS e Bolsa Família) passam pelo processo de capacitação sobre alguns serviços previdenciários do INSS. E que quem ganha com isso é a  população, que obterá informações mais precisas quando procurar algum programa assistencial do Município”, disse o secretário.

A reunião teve também a presença da Secretária de assistência social da prefeitura do município de Coroatá Neuza Muniz que vem contribuindo com toda a equipe desde o inicio da administração.

Para maiores esclarecimentos sobre esses benefícios, as pessoas interessadas devem procurar os CRAS ou o próprio INSS, pois os mesmos possuem peculiaridades próprias que devem ser analisadas caso a caso”, orienta a secretário, salientando que a capacitação dos servidores é um comprometimento da gestão do prefeito Miltinho Aragão para melhorar o atendimento aos usuários.
  
O BPC é um benefício da Política de Assistência Social, que integra a Proteção Social Básica no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), mesmo se a pessoa não contribui com a Previdência Social. É um benefício que assegura um salário mínimo ao idoso, a partir de 65 anos de idade, e à pessoa com deficiência, de qualquer idade. Em ambos os casos, o candidato ao benefício deve comprovar que nem ele nem sua família possuem meios de garantir seu sustento. Nesse caso, a renda mensal familiar per capita deve ser menor que um quarto do salário mínimo.
  
 A contribuição facultativa de baixa renda é em percentuais reduzidos e pode ser feita por mulheres e homens que se dedicam exclusivamente ao trabalho doméstico em sua residência e que são de famílias de baixa renda, com cadastro em programas sociais do governo federal, o Cadastro Único. Com isso, esses contribuintes poderão usufruir dos benefícios da Previdência Social. A renda da família não pode ultrapassar a quantia de dois salários mínimos mensais.



0 comentários:

Postagens Geral

© 2013 Traduzido Por Template Para Blogspot Converted by BloggerTheme9